Informativos TBL

Confira a última edição do informativo
clicando aqui

Edições anteriores

Um modelo de estaleiro na Região Norte

| Transportes Bertolini

A Bertolini Construção Naval da Amazônia - Beconal é um estaleiro localizado em Manaus, capacitado para a fabricação de diversificados equipamentos para navegação hidroviária, com planta industrial de 16.500 m². Domina a tecnologia do aço e alumínio na construção das embarcações.

De acordo com o gerente Administrativo, Carlos Mourão, a Beconal hoje é vista como modelo de estaleiro na região Norte. "Atuamos intensamente na Segurança do Trabalho, tendo um setor exclusivo para esta finalidade que é composto de um médico, um engenheiro, três técnicos de segurança, um auxiliar administrativo e quatro estagiários", realça o executivo.

Além dessa estrutura, Carlos Mourão destaca que o estaleiro conta com outras áreas de apoio, também com excelentes profissionais que fazem com que a cadeia produtiva possa funcionar 16 horas por dia. Entre essas áreas, ele cita: Departamento Pessoal, Recursos Humanos, Fiscal, Gestão Ambiental, Gestão da Qualidade, Materiais e Controle de Qualidade.

A produção da Beconal é dividida em duas áreas: uma descoberta e outra coberta. A primeira, de 17.000 m², é composta de três carreiras, onde podem ser construídas embarcações de diversos tipos. Devido ao seu excelente corpo de engenheiros, Carlos Mourão salienta que a empresa está gabaritada a produzir outros tipos de embarcações, como exemplo: balsa carreteira, portos, diques, balsas petroleiras, estruturas de aço para a construção civil (pontes), entre outros. "Também temos expertise na produção de estruturas em alumínio", enfatiza o gerente Administrativo.

Aponta também a produção de diversas lanchas. Mas evidencia que os iates Eugênio e Gadean são dois produtos que entraram para a história da Beconal. "Duas embarcações imponentes de 37m de comprimento, construídos em alumínio naval importado da Europa. Seus interiores não deixam a desejar se comparados a iates feitos nos Estados Unidos ou na Europa. Possuem cada um quatro camarotes e duas suítes", descreve essas obras de arte.

"Para a construção dessas duas embarcações a mão de obra utilizada foi totalmente local", acrescenta.


Clique aqui para visualizar a notícia completa que está disponível no informativo TBL.