Informativos TBL

Confira a última edição do informativo
clicando aqui

Edições anteriores

Navegando com a Bertolini pelos rios da Amazônia

| Transportes Bertolini

A Bertolini iniciou em setembro de 1988 as atividades de navegação para atender a demanda do mercado e a necessidade de redução do tempo de viagem no percurso Manaus a Belém. Como os rios substituem as rodovias na Região Amazônica, isolada dos maiores centros produtivos e consumidores do Brasil, tanto pela distância, como pelas alternativas de transporte, atualmente o modal de navegação evoluiu, reduzindo o tempo de viagem com muita segurança.

As composições fluviais da Bertolini são compostas por empurradores e balsas (carreteiras, graneleiras e petroleiras). Há também os grandes comboios, com um equipamento auxiliar de navegação localizado na parte frontal, denominado de "boat thruster".

As balsas carreteiras são utilizadas para transporte de semirreboques (SR), contendo diversos tipos de mercadorias, tais como motocicletas, eletrônicos e linha branca, equipamentos, caminhões remontados, entre outros. As balsas graneleiras são empregadas para transporte de grãos (soja e milho) e as petroleiras para transportar óleo combustível do tipo MF-180, utilizados nos empurradores.

Os empurradores são embarcações fluviais motorizadas de pequeno calado e com uma superestrutura relativamente alta, projetada para navegação em rios. Possuem grande robustez e boa mobilidade no deslocamento de uma balsa ou de um comboio de duas ou mais balsas.

Cada projeto de empurrador ou balsa tem origem nas necessidades da Bertolini, de onde resultam as especificações de autonomia, potência dos motores, velocidade a ser atingida, consumo de combustível, dependendo dos rios por onde o empurrador irá operar, e da carga que irá transportar.